"Levando a Palavra de Vida e
Esperança ao Policial Militar"

Rua Pedro Vicente, 258-A - Ponte Pequena - São Paulo / tel.: (11) 2203.7777







Jornal Boa Palavra



Repercutiu na imprensa nacional um vídeo postado nas redes sociais que traz policiais militares de Goiás expulsando o demônio de um homem, ou o que a mídia secular chamou de “fazendo um ritual de exorcismo”.


A gravação original possui 9 minutos e o título da postagem é “Quem já viu policial tirar demônio? Eu vi e filmei”.


Os policiais foram acionados para atender ocorrência de indivíduo alcoolizado, agredindo pessoas e encontraram um homem possesso por espírito maligno.


O vídeo alcançou cerca de 3 milhões de visualizações até o final de fevereiro e uma enxurrada de comentários,discussões e polêmicas quanto à conduta dos servidores.


É evidente que questões como essa não estão previstas nos manuais de procedimentos da Polícia. Restou aos policiais decidirem em poucos segundos pelo uso da força, inclusive espiritual, para restabelecerem a ordem e a paz social, evitando agressões desnecessárias.


Não se pode ignorar a questão da espiritualidade na atividade policial, especialmente num momento como este. Precisamos compreender que, apesar de o Estado ser laico, as pessoas não são. Além do mais o policial, como ser humano, precisa sentir-se protegido e necessita de muita sabedoria na execução das técnicas policiais, para tomar decisões rápidas que podem decidir entre vida e morte.


Como policiais cristãos, entendemos com olhos espirituais a verdadeira guerra que esses agentes da lei vivem diante de espíritos malignos, forças espirituais do mal que tentam destruir os homens “porque a nossa luta não é contra o sangue e a carne, e sim contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes.” (Ef 6. 12)


Em minha carreira policial militar, eu e muitos irmãos de farda da PM de São Paulo já nos deparamos com situações semelhantes a esta. Sabemos que o inimigo de nossas almas é enganador e astuto e a própria Palavra também nos exorta: “O ladrão vem para matar, roubar e destruir, mas eu vim para que tenham vida e vida em abundância.” João 10:10


“Precisamos compreender que, apesar de o Estado ser laico, as pessoas não são.”


Creio que esta ocorrência vem nos relembrar a responsabilidade que temos como Igreja de orarmos pelos policiais e também de ensiná-los sobre a armadura de Deus mencionada na Bíblia. Como dirigente da missão PMs de Cristo estou convicto de que este é o tempo de Deus, para demonstrarmos verdadeiro amor por esses heróis anônimos.


Rogamos diariamente para que o Senhor da seara levante Igrejas e capelães comprometidos em cuidar deste grande rebanho, que é a família policial. Juntos, podemos fazer a diferença na segurança da nossa cidade.



Acesse na íntegra!


 


Copyright © 2010 Todos os direitos reservados. - Desenvolvido por Exibir Comunicação