"Levando a Palavra de Vida e
Esperança ao Policial Militar"

Rua Pedro Vicente, 258-A - Ponte Pequena - São Paulo / tel.: (11) 2203.7777







Projeto Polícia e Igreja dos PMs de Cristo ganha força em São Paulo



Cel Camilo, coordenador do projeto Polícia e Igreja, em encontro de comandantes e líderes evangélicos da capital paulista


Os PMs de Cristo, agência missionária dedicada a alcançar a Polícia Militar do Estado de São Paulo, conclamam a comunidade cristã evangélica a integrar a missão de levar a palavra de fé, vida e esperança à família policial militar, por meio do projeto Polícia e Igreja.


Nesse projeto a Associação PMs de Cristo têm aproximado Igrejas de diferentes denominações com os Comandantes das unidades policiais militares de cada região. A proposta tem como objetivo principal estabelecer uma relação de confiança entre a Igreja e os integrantes da Polícia Militar, sob a coordenação e orientação dos PMs de Cristo.


O projeto atenderá num primeiro momento, prioritariamente, as Unidades territoriais, responsáveis pelo policiamento nos bairros. Essa assistência consistirá em breve reflexão na entrada de serviço dos PM; aconselhamentos individuais e de casais; visitas a PM enfermos etc.


Cada Companhia da Polícia Militar será assistida espiritualmente  no mínimo por três igreja.


O projeto foi lançado em um encontro do comandante geral da PM, Cel Ricardo Gambaroni, com lideranças evangélicas do Estado, em outubro de 2015.


Desde então, os PMs de Cristo têm promovido encontros regionais de comandantes com líderes, para colocar a proposta em prática, mapeando as igrejas interessadas em participar e as unidades policiais que serão alcançadas.


Com a meta de abranger todo o Estado, os PMs de Cristo já deram importantes passos, iniciando pela capital paulista. Já estão desenvolvendo o projeto a pastores e comandantes do centro (CPA-M-1), da  zona norte (CPA/M-3), da zona leste III (CPA/M-9), da zona sul II (CPA/M-10) e zona leste I (CPA/M-11).


Ao todo, a capital paulista conta com oito Comandos de Policiamento de Área Metropolitana (CPA/M).


Para cada CPA, a Associação estima ser necessário o apoio de 40 a 50 líderes evangélicos. As igrejas interessadas em participar devem entrar em contato com a Associação no telefone 2203-7777, com pastora Dirce ou Cel Camilo, coordenadores do projeto, ou pelos e-mails:  Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.  ou Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.



Projeto Polícia e Igreja!
Veja como sua igreja pode participar:


1) Preleção, com breves reflexões, com leitura bíblica ou devocionais diários, e também oração. Tempo de 5 a 10 minutos. Não poderá extrapolar esse tempo, para não presidir a troca de turnos das equipes
Nessa breve reflexão não poderá haver discussões doutrinárias.


2) Aconselhamento de PM ou casais.
Os pastores podem oferecer aos PM aconselhamentos particulares ou de casais.
Caso haja algum pedido, deverá ser agendado na sede da própria Cia ou em outro lugar, conforme entendimento entre os pastores e os PM solicitantes.

3) Visitas à Policiais Militares enfermos.
Os pastores e cooperadores poderão oferecer aos Comandantes a possibilidade de realizarem visitas a policiais militares ou familiares enfermos.

4) Realização de Ofícios fúnebres.
Os pastores ficarão à disposição dos Comandantes para serem acionados para realização da cerimônia religiosa de sepultamento de policiais ou familiares.

5) Reflexão durante as reuniões mensais do efetivo das Companhias.
Os pastores poderão colocar-se à disposição para ministrarem uma reflexão durante as reuniões programadas pelos Comandantes, de, no máximo, 10 minutos.
Inclusive poderão oferecer as instalações de suas igrejas para realização da reunião, caso comporte o efetivo da Cia.
Caso haja condição financeira, eventualmente, poderão oferecer um café da manhã para o efetivo no dia da reunião mensal. É uma grande oportunidade para melhor aproximação dos policiais com a igreja.

6) Participação de reuniões do Conselho Comunitário de segurança (CONSEG).
Os pastores e cooperadores poderão participar das reuniões dos Conselhos Comunitários de Segurança, tomando conhecimento das datas e locais com os Comandantes de Cia.

7) As igrejas, através dos seus departamentos femininos, poderão programar atividades com as policiais femininas (palestras com oferecimento de um saboroso café ou chá etc).

8) 0s pastores poderão convidar os PM para um "Pit stop" nas igrejas, quando em patrulhamento, a fim de tomarem um café, água, uso de sanitários. Também é uma boa forma de aproximação.

9) Cultos de Ações de Graças ou vigílias.
As igrejas poderão promover cultos especiais ou vigílias pela Segurança Pública, convidando os policiais e familiares. Nesses cultos ou vigílias os pastores podem solicitar aos Comandantes que apresentem seus pedidos de orações.
Nos cultos especiais os pastores podem eventualmente estar homenageando policiais militares destaques do mês das respectivas Companhias.


A Associação PMs de Cristo estará à disposição das Igrejas para dirimir eventuais dúvidas que surgirem durante a realização das atividades. Os capelães da Associação também estarão à disposição para ajudar durante o desenvolvimento das atividades. Para análise do projeto a Associação PM recomenda que bimestralmente seja encaminhado um relatório, através do e-mail ( Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. ), contendo os resultados dos trabalhos realizados, as dificuldades, as dúvidas encontradas



 


Copyright © 2010 Todos os direitos reservados. - Desenvolvido por Exibir Comunicação